Moda, mulheres e comportamento: diálogos contemporâneos na cidade de Vitória, década de 1970

  • Louise Maestri Ferreira UFES

Resumo

O presente texto aborda a relação entre o poder e a moda, caracterizada pelo comportamento de consumo das mulheres, na cidade de Vitória, capital do Espírito Santo. Delineia o consumo em viés social que perpassa pelo cotidiano dos capixabas. Historicamente, nos anos de 1970, a cidade de Vitória teve um significativo crescimento demográfico, econômico e social em decorrência da implementação dos Grandes Projetos Industriais, tais como a Siderúrgica CST (atual ArcelorMittal Tubarão), o Porto de Tubarão e a expansão da Vale do Rio Doce. O perfil urbano da capital capixaba apresentou alterações, na qual emergiu um mercado proporcionalmente extenso na área de serviços e do comércio. A sociedade capixaba buscou por novos hábitos diferente do que vivido até então, evidenciados nos padrões de civilidade e no uso da moda. À luz dessas transformações sociais e econômicas realizamos uma pesquisa cuja proposta de trabalho, na temática História, Moda e Consumo, tem como enfoque analisar os paradigmas do consumo social, bem como o comportamento, das mulheres vitorienses no período de 1970 a 1985.

 

Publicado
2018-12-29
Seção
Anais da Semana de História