PROFESSORAS E A CRIANÇA PÚBLICO-ALVO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL: POSSÍVEIS PRÁTICAS INCLUSIVAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

  • Rosemeire Geromini Alonso
  • Rosimeire Maria Orlando

Resumo

Ainda na Educação Infantil há a necessidade de garantia e
permanência para as crianças público-alvo da Educação Especial. Assim, os
professores de sala comuns que, por meio, de práticas inclusivas conseguem
incluir essa criança. Portanto, esse trabalho, recorte de uma dissertação, tem
como objetivo apontar as possibilidades de inclusão encontradas por
professoras de Educação Infantil para crianças público-alvo da educação
especial. Acreditando que as aprendizagens e desenvolvimento do indivíduo
são resultados de sua vivência no contexto social é que esse artigo dialoga
com a Teoria Histórico Cultural, fazendo alusão as interações sujeito-sujeito e
sujeito-ambiente. Assim, por meio de observação, entrevista e registros tem-se
dados que foram analisados por meio da análise do conteúdo e resultaram em
categorias e subcategorias que nos mostra possibilidades por meio de
diferentes adaptações, organizações e interações essenciais para a inclusão
dessas crianças.
Palavras- chave: Educação Inclusiva; Educação Infantil; Práticas Pedagógicas

Publicado
2019-04-04
Seção
Comunicação Oral - Eixo 2 Propostas Curriculares e Práticas Pedagógicas