EDUCAÇÃO INCLUSIVA: A MATEMÁTICA ESCOLAR COM USO DE MATERIAIS CONCRETOS: UM ESTUDO DE CASO DE UM ALUNO COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL MODERADA DA REDE ESTADUAL DE SERRA-ES

  • Carlos Luis Pereira
  • Magno Pinheiro Helmer
  • Lara Evelyn da Silva
  • Pablo da Silva Torres
  • Marina Simoneti
  • Jackson Paulino Soares
  • Rafael Roldi Freitas Ribeiro
  • José de Oliveira Guimarães Neto

Resumo

O presente artigo teve como objetivo o ensino e aprendizagem da
Matemática com um aluno do 7o ano com deficiência intelectual, com a utilização
de materiais concretos como recurso didático para ampliar o ensinar e o
aprender. Foi utilizada a pesquisa dentro da abordagem qualitativa e, em relação
aos procedimentos o estudo enquadra-se dentro do estudo de caso. Justifica-se
o trabalho devido ao quantitativo de 827.243 alunos matriculados em 2017 no
ensino regular comum com alguma deficiência, sendo 210.670 com Deficiência
Intelectual; nesse contexto, a escola tem compromisso de assegurar alta
qualidade de ensino para todos. O problema de investigação é averiguar se: o
uso de materiais concretos contribui para a aprendizagem dos conteúdos de
ensino de Matemática? Uma avaliação diagnóstica foi desenvolvida mediante
uma prova escrita e uma entrevista semiestruturada individual e observações
participantes, em que o estudante pesquisado apresentou muitas dificuldades.
Materiais concretos foram utilizados para o desenvolvimento das atividades na
matemática, com o objetivo de trabalhar os conceitos matemáticos, como a
adição, subtração e contagem de números. Os resultados revelaram que por
meio de uma sistematizada metodologia, organizada e pautada em um plano de
trabalho com definição de objetivos claros, os materiais concretos contribuíram
para uma aprendizagem significativa do aluno pesquisado. Constatou-se nas

observações na sala de aula que ocorreu maior sociointeração entre os alunos-
alunos e professor-aluno. Notou-se que o uso dos materiais concretos como

recurso didático contribuiu para despertar maior interesse do aluno com

matemáticas básicas. Conclui-se no final do estudo que a prática educativa por
meio do recurso didático de materiais concretos corrobora significativamente
para ampliar o ensino e aprendizagem e promove uma aula inclusiva para este
aluno na sala de aula.
Palavras-chave: Materiais concretos. Deficiência Intelectual. Alunos.
Matemática.


deficiência intelectual no processo educativo de domínio das operações 

Publicado
2019-04-04
Seção
Comunicação Oral - Eixo 6 Aprendizagem e Avaliação: diagnóstico, planejamento e gestão do trabalho pedagógico