A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS INCLUSIVAS: UMA PESQUISA-AÇÃO EM MARATAÍZES- ES

  • Nazareth Vidal da Silva
  • Mariangela Lima de Almeida
  • Marilda de Paula Furtado

Resumo

Buscando responder o problema de pesquisa: “como colaborar com
os profissionais na escola com a construção de processos de formação
continuada, na busca pela ressignificação das práticas educativas, visando à
inclusão dos alunos público-alvo da Educação Especial, matriculados nas séries
iniciais do Ensino Fundamental no município de Marataízes – ES”?, o presente
artigo constitui-se como parte de uma pesquisa de mestrado que objetiva
desenvolver com os profissionais na escola através da colaboração processos
de formação continuada, na busca pela ressignificação das práticas educativas,
visando à inclusão dos alunos público-alvo da Educação Especial, matriculados
nas séries iniciais do Ensino Fundamental no município de Marataízes - ES.
Desse modo, neste artigo, discutiremos o acompanhamento das ações de
elaboração da política pública relativa à formação continuada dos professores e
a construção da Política de Educação Especial do município de Marataízes – ES
de modo parcial. O artigo tem por natureza a pesquisa qualitativa, com
abordagem na pesquisa-ação colaborativo-crítica (CARR; KEMMIS, 1988 e
BARBIER, 2007), alicerçada pelos pressupostos da perspectiva do Agir
Comunicativo de Habermas (2012). O acompanhamento desenvolveu-se entre
reuniões e grupos focais realizados na UFES e na Secretaria Municipal de
Marataízes – ES, envolvendo gestores da secretaria e pesquisadores da UFES,
além de grupos de escuta realizados pelos gestores com os profissionais da
Rede de Ensino do município, sendo utilizados como instrumentos de coleta de
dados, documentos (pautas, atas, transcrições), gravador de voz, e outros
materiais necessários à pesquisa. Os dados obtidos no acompanhamento das
ações foram analisados levando-se em conta os movimentos dos gestores
públicos de Educação na elaboração e desenvolvimento de suas propostas.
Nesse sentido, dessa fase inicial da pesquisa, pôde-se perceber que os gestores 

começaram a escutar as demandas dos profissionais da Rede Municipal de
Ensino, logo após irão tabular e analisar as demandas levantadas, e dar início a
elaboração da proposta.
Palavras-chave: Educação Especial, Formação Continuada de professores,
Pesquisa-ação Colaborativo-Crítica.

Publicado
2019-04-04