O rebatimento da crise estrutural do capital no Brasil: o processo de pauperização da classe trabalhadora

Renata Silva Souza, Marineia Viale Quinelato Vargas, Soraya Gama de Ataíde Prescholdt

Resumo


Este artigo consiste em analisar o processo de pauperização da classe trabalhadora considerado como uma das formas de expressão da “questão social” e seus rebatimentos nos últimos anos com o acirramento da crise estrutural do capital vivenciada no Brasil. Para tanto, realizou-se uma pesquisa bibliográfica e documental com as temáticas trabalho, precarização, crise estrutural do capital, questão social e pobreza. Pode-se observar que a acumulação de riqueza por parte do capital tem como consequência o pauperismo e a degradação das condições de vida da classe trabalhadora, ainda com forte presença na contemporaneidade.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.