Social-liberalismo, combate a pobreza e qualificação profissional: o Programa Mulheres Mil

Michele Ribeiro de Oliveira, Renata Lígia Rufino Neves de Souza

Resumo


O trabalho discute o Programa Mulheres Mil como parte das estratégias da política social com foco no enfrentamento à pobreza a as desigualdades sociais assumidas pelos governos do Partido dos Trabalhadores (PT). O combate à pobreza e as desigualdades sociais não se resume as políticas compensatórias, via transferências direta de renda aos mais necessitados, mas incorpora políticas estruturais como ampliação ao acesso à educação e ao crédito. Neste contexto, a educação assumiria relevância para o caminho da equidade social, possibilitando igualdade de oportunidade no mercado de trabalho. O programa visa à elevação da escolaridade e inserção no mercado de trabalho das mulheres em situação de vulnerabilidade socioeconômica frente à expansão de formas precarizadas e informais de trabalho.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.