Precariado e renda básica: notas analíticas a partir de Guy Standing

Vinicius Tomaz Fernandes

Resumo


Considerando as transformações ocorridas no mundo do trabalho nas últimas décadas e a vasta produção acadêmica que tem se debruçado sobre as questões da atual morfologia da classe trabalhadora, o presente trabalho realiza uma análise crítica acerca da conceituação dada pelo economista inglês Guy Standing ao chamado precariado. Para isso, buscaremos compreender seus fundamentos teórico-metodológicos, bem como o nascimento deste precariado, características fundamentais e possíveis impulsos políticos. Por fim, analisamos criticamente a proposição acerca da política de renda básica, tida como aquela capaz de amenizar desigualdades e frear o precariado de impulsos políticos fascistas e populistas. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.