Política Social na América Latina no Capitalismo Contemporâneo

Camila Costa Valadão

Resumo


O presente artigo[1]tem por objetivo refletir sobre as tendências da política social na América Latina, a fim de demonstrar os impactos do ajuste neoliberal para a proteção social, com destaque para a redução da questão social à pobreza; a antinomia universalidade e focalização; e a expansão dos programas de transferência de renda que vêm se constituindo como a principal modalidade de política social na região.

[1] É fruto das reflexões da disciplina “Novas Tendências da Política Social no Capitalismo contemporâneo”, realizada no Programa de Pós-Graduação em Política Social da UFES.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.