Free Improvisation: field of study for extended oboe techniques

Christina Bogiages, Cleber da Silveira Campos

Resumo


O objetivo dessa pesquisa é determinar se a improvisação livre é um campo viável para o estudo de técnicas estendidas no oboé, na esperança de auxiliar os oboístas  na integração dessas técnicas no seu vocabulário musical. Algumas técnicas foram escolhidas do manual “Oboe Unbound” da Libby Van Cleve e utilizadas em ensaios e apresentações com um grupo de improvisação livre composto por professores e alunos universitários. Resultados parciais indicam que os oboístas ganham controle mecânico dessas técnicas enquanto desenvolvendo outras habilidades importantes como o escuto consciente, tomar decisões bem pensados e interação intencional – todos elementos úteis ambos na improvisação e música fixa. 


Palavras-chave


Oboé. Técnicas estendidas. Improvisação livre. Escuto consciente. Interação musical.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.