Flauta com harmonia e afeto: diálogos entre J. S. Bach e a contemporaneidade

João Batista Sartor, Sérgio Azra Barrenechea

Resumo


O conjunto sonoro executado pela flauta pode sugerir premissas da Harmonia e ao mesmo tempo provocar diferentes “afetos”, sentimentos e emoções nos seus ouvintes. Partindo de princípios harmônicos e afetivos, este recital pretende apresentar ao ouvinte estas e outras analogias entre o Solo para flauta, BWV 1013 de J. S. Bach, com peças para flauta solo de compositores contemporâneos de diferentes estilos e nacionalidades, que estão em atividade (exceto Bozza) e continuam se utilizando destes princípios.


Palavras-chave


Flauta solo. Afeto. Harmonia. Partita de J. S. Bach.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.