Análise técnica e econômica da tecnologia de pirólise lenta de resíduos de saúde para geração de eletricidade em Lages-SC

William Gouvea Buratto, Ana Siegloch, Juliana Amarante, Rafael Muniz, Valdeci Costa, Camilo Ribeiro, Geovanny Besinella, Matheus Gueri

Resumo


O presente estudo teve como objetivos realizar a análise técnica e econômica sobre os processos térmicos de geração de eletricidade e fazer a comparação destes em relação à sustentabilidade, área requerida para instalação e geração energética por resíduo. A partir disto verificou que para o tratamento de resíduos de saúde, a pirólise lenta se apresenta como a melhor alternativa em relação a estes parâmetros. Realizou-se a análise quantitativa de resíduos de serviços de saúde no município de Lages visando avaliar a viabilidade financeira desta tecnologia para geração de eletricidade. Por meio da analise econômica foi verificado que os custos atuais de tratamento do resíduo grupo A inviabilizam a implantação da Usina, embora a geração de resíduos seja suficiente para operar uma unidade de pirólise de 50 kWe , o tempo de retorno a partir do custo referência é equivalente ao tempo de vida útil da unidade de pirólise que é de 25 anos. Mediante a este problema, foram simulados três diferentes cenários e verificou-se que se a viabilidade econômica ocorreria se o custo de tratamento fosse o dobro ou o triplo do atual sendo situado em 1,86 R$/litro ou 2 ,50 R$/litro, viabilizando a usina em 19 anos e 2 ano para investimento de acionistas, e de 7 a aproximadamente 5 anos caso sejam utilizados os recursos dos próprios hospitais respectivamente.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21712/lajer.2017.v4.n1.p10-16

Apontamentos



A revista Lajer - Latin American Journal of Energy Research tem e-ISSN = 2358-2286, DOI (prefixo) = 10.21712, é qualis B5 na área interdisciplinar da plataforma de CLASSIFICAÇÃO DE PERIÓDICOS 2015 do Portal de Períodicos da Capes, e se encontra cadastrada nas seguintes bases indexadoras:

    

 

    

Curta a página da revista no Facebook.