EM BUSCA DE UMA IDENTIDADE: DIFICULDADES ENFRENTADAS POR CRIANÇAS BRASILEIRAS NO JAPÃO

Gisele Prado

Resumo


Este trabalho pretende investigar como se desenvolve a socialização e a formação da identidade em
crianças brasileiras no Japão, e sua inserção na sociedade em que vivem.
O interesse pelo tema deu-se em razão do confronto com a realidade desse público durante 14 anos de residência
no referido país.
Durante a década de 1980, deu-se início o movimento migratório no Japão conhecido como dekassegui, sendo este
designado para os descendentes de japoneses, brasileiros imigrantes, que buscam melhores condições econômicas.
No final do ano de 2007, o número de brasileiros registrados no Japão chegou cerca 320 mil pessoas. O número
de crianças também aumentou e muitas nasceram no Japão. Com a crise de 2008 e após os desastres naturais em
2011 a população caiu, embora ainda represente, segundo o Ministério das Relações Exteriores a segunda maior
comunidade brasileira no exterior, com o número de 175.410 residentes no território japonês.
Diante de uma comunidade tão expressiva e recorrentes dificuldade de socialização é necessário observar como
se desenvolvem as relações entre as crianças brasileiras imigrantes, e a sociedade em que vivem, as barreiras que
dificultam o processo de socialização e inserção na comunidade.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.