O PROCESSO DE CONSTRUÇÃO EPISTEMOLÓGICA NA LITERATURA: CONTOS DE CLARICE LISPECTOR COMO OBJETO DE ESTUDO

Lílian Prazeres, Adélia Miglievich Ribeiro

Resumo


Produzir conhecimento no campo de estudos literários implica num trabalho árduo e prazeroso. Árduo
porque nos enveredamos nos campos da subjetividade que englobam a ficção e o processo de criação literário. O
prazer está situado na possibilidade de lazer e de catarse que a obra de arte nos proporciona. Na análise literária,
o pesquisador encontra-se primeiro com o objeto de estudo e dele se enamora. Mas é do afastamento do texto,
da leitura desapaixonada, do olhar crítico que surgem da pós-leitura, ou das leituras subsequentes que tratarei
neste colóquio. Afinal, a reflexão sobre o texto literário não perpassa pela leitura superficial do texto, pelo contrário,
é aquela que consegue ver o que está dito nas entrelinhas, nas metáforas, na reelaboração do real impressa no
universo ficcional. Nesse ínterim, o estudo sobre os contos de Clarice Lispector, realizado durante a pesquisa de
Mestrado em Letras, no Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL), da Universidade Federal do Espírito Santo
(UFES), me servirá de aporte para uma reflexão em torno da construção epistemológica na literatura. Além disso,
poderemos perceber o quanto de reflexão do mundo em que vivemos, recriado ficcionalmente, está impresso no
texto literário.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.