CIDADANIA, RELIGIÃO, IMIGRAÇÃO E POLÍTICA NO BRASIL IMPERIAL: APONTAMENTOS PARA UM ESTUDO DA CIRCULARIDADE DE IMPRESSOS NO RIO DE JANEIRO (DÉCADAS DE 1850-1860)

Rafaela Silva

Resumo


O presente texto intenta lançar algumas questões para o estudo das práticas políticas imperiais, no que
concerne às relações entre religião e política, a partir da circularidade de impressos – livros, jornais e panfletos
– no Rio de Janeiro, nas décadas de 1850 e 1860. Para tal, empreende uma breve reflexão a respeito do papel
de autores, livrarias, tipografias, correspondentes, entre outros agentes, na amplitude de discursos a respeito da
liberdade religiosa no Brasil.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.