ENTRE HELENOS E FILELENOS: A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE CULTURAL DE IMIGRANTES GREGOS E DESCENDENTES DA COMUNIDADE HELÊNICA DO ESPÍRITO SANTO

Raul Felix Barbosa

Resumo


O objetivo desse estudo é analisar o imaginário da identidade grega entre os descendentes de imigrantes
gregos na diáspora, especificamente entre os membros da Comunidade Helênica do Espírito Santo (CHES). Buscase
responder questões como: o que faz com que um descendente de segunda ou terceira geração se autodenomine
grego, sem nunca ter ido à Grécia ou nem mesmo falar a língua grega. A partir de que é formada essa identidade?
Baseado nos conceitos de identidade e comunidades, de Hall (2002 e 2009) e Anderson (2008), utilizando a
observação participante como ferramenta metodológica, se analisará a Celebração do Dia do Oxi como ponto de
coesão cultural entre os membros da CHES. Conclui-se que toda identidade, nesse estudo, a grega, ultrapassa
fronteiras sejam espaciais ou temporais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.