COM OS QUADRINHOS NAS MÃOS: Humor e LIBRAS na Turma da Mônica ( Apresentado no III Simpósio Nacional sobre Linguagem Humorística )

Rozilda Almeida N Magalhães, Lucas Santos Campos

Resumo


 

 

RESUMO: Desde que a Declaração de Salamanca foi apresentada ao mundo, no ano de 1994, orientando sobre os “Princípios, Políticas e Práticas na Área das Necessidades Educativas Especiais” que, no Brasil, a introdução da palavra “inclusão” vem ganhando ação e visibilidade. Com isso, muita atitude de exclusão  frente às pessoas com deficiência e/ou diferença na forma de aprender, emanada da sociedade tem sido modificada. Na seara linguística, encontra-se a contribuição do escritor e desenhista Maurício de Souza, que reestruturou sua produção editorial, apresentando à bancada  leitora  um episódio da  “Turma da Mônica” na língua de sinais. Diante a esta explanação, além de Souza, a pesquisa tem na revisão bibliográfica um  suporte teórico  a partir da Linguística Funcionalista , do Sociointeracionismo e,  de  estudiosos que se debruçaram a desvendar a  educação dos sujeitos surdos , as histórias em quadrinhos e os fenômenos das línguas. Adianta-se que as articulações linguísticas e humorísticas  impregnadas na edição “Humberto em  Aprendendo a Falar com as Mãos”  (nº. 239, 2006),  que serviu de base para a realização da pesquisa , tende a dar visibilidade e humor,  em contextos dialógicos , à língua visual motora do sujeito surdo. Ademais, Maurício de Souza demonstra que o gênero textual  “histórias em quadrinhos” pode ser contributivo e impulsionador da derrubada de preconceitos linguísticos , condição necessária à construção da sociedade inclusiva.

Palavras- chave:  LIBRAS. Humor. Turma da Mônica.

ABSTRACT: Since the Declaration of Salamanca was presented to the world in 1994, guiding the "Principles, Policies and Practices in the Area of Special Educational Needs", that in Brazil the introduction of the word "inclusion" has been gaining in action and visibility. With this, a lot of attitude of exclusion towards people with disabilities and / or difference in the way of learning emanated from society has been modified. In the linguistic area, there is the contribution of the writer and designer Maurício de Souza, who restructured his editorial production, presenting to the reader's stand an episode of "Turma da Mônica" in sign language. In view of this explanation, in addition to Souza, the research has in the bibliographic review a theoretical support from the Functionalist Linguistics, Sociointeracionismo and, from scholars who have worked to uncover the education of deaf subjects, comics and language phenomena . It is anticipated that the linguistic and humorous articulations impregnated in the edition "Humberto in Learning to Speak to the Hands" (nº 239, 2006), which served as the base for the realization of the research, tends to give visibility and humor, in dialogic contexts , To the visual motor language of the deaf subject. In addition, Maurício de Souza demonstrates that the textual genre "comics" can be contributory and driving the overthrow of linguistic prejudices, a necessary condition for the construction of an inclusive society.

Keywords: LIBRAS. Humor. Group of the Mônica.


[1] Mestranda em Letras: Cultura, Educação e Linguagem. PPGCEL/UESB/Vitória da Conquista/BRASIL - BA.rozildamagalhaes@yahoo.com.br

[2] Professor Dr. do PPGCEL/UESB/ Vitória da Conquista – BA/BRASIL. camposacademico@gmail.com


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 PERcursos Linguísticos

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

This work is licensed under a Creative Commons  Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 Internacional (CC BY-NC-ND 4.0). For more information about the license:https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/