Desastre da Samarco no Rio Doce: análise sobre as postagens da Multidão no Twitter

Ricardo Aiolfi Barone

Resumo


No dia 5 de novembro de 2015, o rompimento da barragem de Fundão, da empresa Samarco, no município de Mariana (MG), tomou as páginas dos jornais. A estimativa é que entre cinquenta milhões de metros cúbicos de rejeitos de minério tenham sido lançados sobre o distrito de Bento Rodrigues, com uma enxurrada que atingiu o Rio Doce. A fim de entender como os usuários do Twitter se configuram enquanto uma multidão, descrita por Negri e Hardt, esta pesquisa analisará os 500 top tweets (as postagens com maior número de compartilhamentos) entre 5 e 30 de novembro de 2015. Uma categorização foi organizada para identificar as principais temáticas abordadas pelos usuários e, assim, entender de que forma esses pontos de vista se unem, ganham força e replicam suas vozes na rede a fim de combater as narrativas midiáticas e empresariais em torno do desastre. Classificamos os tweets em: Aspectos Ambientais; Sociais; Político-Econômicos e Midiáticos.

 

Texto completo:

PDF

Referências


ARQUILLA, J; RONFELDT, D. Networks and netwars: the future of terror, crime and militancy. Santa Monica: RAND, 2001.

CASTELLS, M. O poder da comunicação. Tradução: Vera Lúcia Mello Josceleyne. 1ª edição. São Paulo/Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2015.

_________________. A sociedade em rede. 6ª edição. - São Paulo: Paz e Terra, 2001.

Conselho Federal de Psicologia (CFP). Psicologia de emergências e desastres na América Latina: promoção de direitos e construção de estratégias de atuação / Conselho Federal de Psicologia. - Brasília: CFP, 2011.

HAESBAERT, R. O mito da desterritorialização: do “Fim dos Territórios” à Multiterritorialidade. 7ª edição. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2012.

HARDT, M.; NEGRI, A. Império. 2ª edição. Rio de Janeiro: Record, 2001.

MORGENSTERN, N. R. et al. Relatório sobre as causas imediatas da ruptura da barragem de Fundão. Mariana, MG: [s.n.], 2016.

RAFFESTIN, C. Por uma geografia do poder. São Paulo: Ática, 1993.

VALENCIO, N. Para além do “dia do desastre”: o caso brasileiro – Coleção Ciências Sociais. Curitiba: Appris, 2012


Apontamentos

  • Não há apontamentos.