Cenas musicais: Descortinando experimentos na cidade

Augusto Luciano Ginjo, Taiza Mara Rauen Moraes

Resumo


Este artigo tem como objetivo apresentar reflexões sobre experiências e vivências ocorridas no núcleo urbano, tendo como base o conceito de cenas musicais. As análises resultam de um recorte da pesquisa que investiga como surgiu a cena musical de rock autoral, a partir de seis vozes de indivíduos que movimentaram o cenário da cidade de Joinville – SC, durante a década de 1990, realizada junto ao Programa de pós-graduação da Universidade da Região de Joinville – UNIVILLE, mestrado em Patrimônio Cultural e Sociedade, na linha de Patrimônio e Memória Social. A investigação é sustentada pela Metodologia da História Oral, tendo por base o conceito de Sônia Maria de Freitas (2006), método em que a técnica da entrevista e procedimentos articulados entre si são utilizados para registrar narrativas da experiência humana.

Palavras-chave: Cenas Musicais; Práticas; Cidade; Identidade.


Resumen

Este artículo tiene como objetivo presentar reflexiones sobre experiencias y vivencias que ocurrieron em el núcleo urbano, teniendo como base, el concepto e escenas musicales. Los análisis son el resultado de un recorte de la investigación que estudia cómo se desarrolló la escena musical del rock autoral, a partir de seis voces de individuos que impulsaron el escenario de la ciudad de Joinville – SC, durante la década de 1990. Ésta investigación fue realizada junco con el Programa de pós-graduação de la Universidade da Região de Joinville – UNIVILLE, maestria em Patrimônio Cultural e Sociedade, en la línea de Patrimônio e Memória Social. La investigación es apoyada por la metodología de la historia oral, basado en el concepto de método de Sonia María de Freitas (2006), utilizando la técnica de la entrevista y procedimientos articulados entre sí para registrar narrativas de la experiencia humana.

Palabras clave: Escenas Musicales; Prácticas; Ciudad, Identidad.


Abstract

This article aims to present reflections on experiences and practices, occurring in the urban nucleus, based on the concept of musical scenes. The analysis result of part of a research that investigates how was the music scene of independent rock, from six voices of individuals who moved the scenery of the city of Joinville – SC, during the 1990s, held in conjunction with the Postgraduate Program of the University of the Region of Joinville - UNIVILLE, master's degree in Cultural Heritage and Society, in the line of Patrimony and Social Memory. The research is supported by the Methodology of Oral History, based on the concept of Sônia Maria de Freitas (2006), a method that uses the technique of interview and procedures articulated among each other to record narratives of human experience.

Keywords: Music Scenes; Practices; City; Identity.


Texto completo:

PDF

Referências


BENNETT, Andy (2002). Consolidating the music scenes perspective. Guildford, University of Surrey Press.

CANCLINI, Néstor Garcia (2013). Culturas híbridas: Estratégias para entrar e sair da modernidade. 5. ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo.

CERTEAU, Michel (1998). A invenção do cotidiano: Artes de fazer. Tradução técnica Ephraim Ferreira Alves. 3. ed. Petrópolis: Vozes.

COELHO, Ilanil (2011). Pelas tramas de uma cidade migrante. Joinville, SC: Editora UNIVILLE.

CUCHE, Denys (1999). A noção de cultura nas ciências sociais. Tradução de Viviane Ribeiro. Bauru: Edusc.

FREIRE FILHO, João; FERNANDES, Fernanda Marques (2006). “Jovens, espaço urbano e identidade: Reflexões sobre o conceito de cena musical”. In: FREIRE FILHO, João; JANOTTI JÚNIOR, Jeder (Orgs.). Comunicação e música popular massiva. Salvador: Edufba. pp. 25-40.

FREITAS, Sônia M. (2006). História oral: Possibilidades e procedimentos. 2 ed. São Paulo: Associação Editorial Humanitas.

GUIMARÃES NETO, Regina B. (2012). “Historiografia, diversidade e história oral: Questões metodológicas”. In: LAVERDI, R. (Org.). História oral, desigualdades e diferenças. Recife: Editora Universitária da UFPE. pp. 15-37.

HALL, Stuart (2004). A identidade cultural na pós-modernidade. 9. ed. Rio de Janeiro: DP&A.

JANOTTI JÚNIOR, Jeder (2003). Aumenta que isso aí é Rock and Roll: Mídia, gênero musical e identidade. Rio de Janeiro: E-Papers Serviços Editoriais.

NASCIMENTO, Artur O. G. (2014). “As cenas musicais no recife e as práticas memorialísticas acerca do udigrudi”. In: Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Anais do XVI Congresso de Ciências da Comunicação na Região Nordeste. João Pessoa, PB.

SÁ, Simone Pereira de (2011). “Cenas musicais, sensibilidades, afetos e Cidades”. In: GOMES, Itânia; JANOTTI JÚNIORR, Jeder. Comunicação e estudos culturais. Salvador: Edufba. pp. 147-161.

STRAW, Will (1991). “Systems of articulation, logics of change: Scenes and communitiesin popular music”. Cultural Studies, v. 5, n. 3, oct. pp. 361-375.

______. (2004). “Cultural scenes. Loisir et societé”. Society and Leisure. Université du Québec. v. 27, n. 2, pp. 411-422.

______. (2006). “Scenes and Sensibilities”. Revista E-compós, n. 6, ago, pp. 1-16. Disponível em: .


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

_____________

ISSN: 2316-1620

_____________

QUALIS:

Interdisciplinar B2

Administração B3

História B3

Sociologia B4

Antropologia B4

Ciência Política B5

____________________________________________________________________________________________________

INDEXADORES e DIRETÓRIOS

                                                

                                            

                                

   ____________________________________________________________________________________________________
NAS REDES SOCIAIS:
 
       

____________________________________________________________________________________________________

ciências humanas e sociais