Dilemas da (re)inserção pelo trabalho na saúde mental

Autores

  • Felizardo Tchiengo Bartolomeu Costa FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS DE ASSIS
  • José Sterza Justo Unesp, campus de Assis

DOI:

https://doi.org/10.18315/argumentum.v12i2.29210

Resumo

O objetivo deste artigo é problematizar, por meio de um estudo teórico, a reinserção social plena dos usuários de saúde mental pelo trabalho e como nela se implica a questão do sofrimento produzido pela lógica capitalística. Para tal, foram tomados autores e teorias que permitiram levantar e discutir articulações históricas entre trabalho e loucura, bem como concepções subjacentes a práticas produzidas no campo da Reforma Psiquiátrica, tais como: oficinas de trabalho e geração de renda. Como principal conclusão é assinalada a grande dificuldade em se conciliar, no estágio atual do capitalismo, a reinserção no trabalho com a produção de saúde mental ou com estratégias de cuidado a pessoas em sofrimento psíquico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-08-29

Como Citar

Costa, F. T. B., & Justo, J. S. (2020). Dilemas da (re)inserção pelo trabalho na saúde mental. Argumentum, 12(2), 202–219. https://doi.org/10.18315/argumentum.v12i2.29210