IMPLANTAÇÃO DAS ORGANIZAÇÕES SOCIAIS NA EDUCAÇÃO BÁSICA DO ESTADO DE GOIÁS E SUAS IMPLICAÇÕES NO CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA DA UEG-CCET

Autores

  • ROGÉRIO DANIEL PEREIRA RAMOS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS
  • NYUARA ARAÚJO DA SILVA MESQUITA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS

Resumo

Realizou-se um estudo de natureza política e pedagógica a respeito da implantação das Organizações Sociais (OSs) na Educação Básica do Estado de Goiás e suas implicações no curso de Licenciatura em Química da UEG – Campus de Ciências Exatas e Tecnológicas (CCET), localizado na cidade de Anápolis-GO. Por meio da aplicação de questionário, foi investigada a compreensão dos professores formadores do curso de licenciatura em Química sobre as OSs, bem como os impactos desse novo modelo de gestão escolar sobre o curso de licenciatura em Química da UEG. A natureza da pesquisa é qualitativa utilizou-se a Análise Textual Discursiva (ATD). De acordo com as opiniões dos professores formadores, as OSs têm como princípios norteadores: o caráter mercadológico, econômico e operacional, em que a qualidade do ensino é medida por testes, segregando os alunos que respondem bem a este tipo de avaliação e excluindo aqueles de menor desempenho. Quanto às implicações no curso de licenciatura em Química da UEG, os professores temem que a procura por este curso diminua ainda mais, pois nesse novo modelo de gestão, exclui-se a obrigatoriedade do estado em selecionar professores por meio de concurso público, precarizando cada vez mais o trabalho docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

ROGÉRIO DANIEL PEREIRA RAMOS, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS

Docente do curso de Licenciatura em Química da Universidade Estadual de Goiás (UEG).

NYUARA ARAÚJO DA SILVA MESQUITA, UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS

Professora do Instituto de Química da Universidade Federal de Goiás.

Referências

ADRIÃO, T.; PERONI, V. A educação pública e sua relação com o setor privado: implicações para a democracia educacional. Revista Retratos da Escola, v. 3, n. 4, p. 107-116, jan./jun, 2009. Disponível em < http://periodicos.ufes.br/educacao/article/view/15869/10948> Acesso em 02/08/2017.
ARRAIS, T. A. A vanguarda do atraso: OS na educação em Goiás. Disponível em: https://www.pragmatismopolitico.com.br/2016/01/a-vanguarda-do-atraso-os-na-educacao-em-goias.html Acesso em: 13/08/2017.
BARRETO, M. O.; FERREIRA, M. de L. O. Docência ou debate: O fim ou o recomeço da licenciatura? IN: II Congresso de Educação–UEG/UnU Iporá. Disponível em http://www.cdn.ueg.br/arquivos/ipora/conteudoN/975/CE_2012_21.pdf Acesso em 06/09/2017.
BORTOLINI, M. R. A Pesquisa na Formação de Professores Experiências e Representações. 172f. Tese de Doutorado em Educação, Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2009.
BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988. 292 p.
____. Lei 9.637 de 15 de maio de 1998. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil03/leis/L9637.htm>. Acesso em: 15/09/2017.
____. Medida Provisória n. 746, de 22 de setembro de 2016.
DINIZ-PEREIRA, J. E. A situação atual dos cursos de licenciatura no Brasil frente à hegemonia da educação mercantil e empresarial. Revista Eletrônica de Educação, v. 9, n. 3, p. 273-280, 2015.
FERREIRA. A. de M. OS’s nas escolas públicas goianas: Ideologia de quem? Disponível em < https://www.dm.com.br/opiniao/2016/01/oss-nas-escolas-publicas-goianas.html> Acesso em 12/10/2017..
FREITAS, L. C. de. Tecnicismo: ele esta de volta. Disponível em: <https://avaliacaoeducacional.com/2016/08/26/tecnicismo-ele-esta-de-volta/>. Acesso em: 10/09/2017.
GATTI, B. A. A formação inicial de professores para a educação básica: as licenciaturas. Revista USP São Paulo, n. 100, p. 33-46 , dezembro/janeiro/fevereiro 2013-2014.
GOIÁS. Secretaria de Estado de Educação e Cultura e Esporte. Aviso de Chamamento Público n. 001/2016. Disponível em: <http://www.seduc.go.gov.br/documentos/chamamentopublico2016/01/EDITAL%20DE%20
CHAMAMENTO%20P%C3%9ABLICO%20MACRORREGI%C3%83O%20VI%20-%20AN%C3%81POLIS.pdf> Acesso em: 7/10/2017.

___. OSs na educação: tudo o que você precisa saber. Disponível em: <http://portal.seduc.go.gov.br/SitePages/Noticia.aspx?idNoticia=1748>. Acesso em: 10/08/2017.
LIBÂNEO, J, C. Educação escolar: práticas, estruturas e organização. 9. Ed. São Paulo: Cortez, 2010.
LIBÂNEO, J. C.; TOSCHI, M. S. A relação público e privado na educação básica e suas implicações para a formação de professores. Disponível em: <https://www.ufg.br/n/87641-os-na-educacao-em-goias-volta-a-ser-assunto-de-debatenaufg. Acesso em: 20/09/2017.
MORAES, R. Uma tempestade de luz: a compreensão possibilitada pela análise textual discursiva. Ciência & Educação, v. 9, n. 2, p. 191-211, 2003.
MORAES, R.; GALIAZZI, M. C. Análise textual discursiva. 2. ed. rev. Ijuí:Unijuí, 2013.
SANTOS, J. D.; MESQUITA, N. A. S. M. Movimento de Implantação das Organizações Sociais no Estado de Goiás: Ações e Reações. In: Bruno dos Santos Pastoriza; Fábio André Sangiogo; Veridiana Krolow Bosenbecker. Org.). Reflexões e Debates em Educação Química: ações, inovações e políticas. Curitiba: CRV, 2017.
SILVA, W. C. A queda de braço da educação. Diário da manhã, Goiânia, 11 jan. 2016. Disponível em: < https://www.dm.com.br/politica/2016/01/a-queda-de-braco-da-educacao.html> Acesso em 06 de outubro de 2017.
SOUZA, F. A.; FLORES, M. M. L. Uma análise sobre a implementação das Organizações Sociais nas escolas de Goiás: os recursos públicos em questão. Revista Eletrônica de Educação, v.11, n.1, p.217-229, jan./maio.

Publicado

2020-05-02