O INVESTIMENTO DO ESTADO EM SEUS PRÓPRIOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO: UM MAPEAMENTO DA COMUNICAÇÃO PÚBLICA NO ESPÍRITO SANTO

Autores

  • Alexandre Lemos Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)
  • Edgard Rebouças Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Palavras-chave:

Comunicação pública. Economia Política da Comunicação. Governo do Estado. Espírito Santo.

Resumo

O artigo pretende traçar uma perspectiva metodológica para a construção de um mapeamento da comunicação pública no Espírito Santo. Ele se origina do projeto de pesquisa que estuda a Comunicação Pública e a Economia Política da Comunicação no Programa de Pós-graduação em Comunicação e Territorialidades da Universidade Federal do Espírito Santo. O objetivo é lançar luz sobre os investimentos do Estado em seus próprios veículos de comunicação e nos gastos em publicidade e propaganda com os grupos locais de mídia ao longo de um período a ser definido ao longo da pesquisa. Por meio de uma abordagem descritiva e coleta documental, serão identificados os veículos e plataformas de comunicação utilizados pelo Governo do Estado para a divulgação de suas ações e serviços ofertados para a população, tendo suas características (estrutura, produção e circulação) analisadas. Servirá como subsídio para um cruzamento entre a proporcionalidade dos valores de investimentos em veículos
próprios e os gastos na mídia privada no Espírito Santo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandre Lemos, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Mestrando do curso de Pós-graduação em Comunicação e Territorialidades da Universidade Federal do Espírito Santo (Póscom/UFES).

Edgard Rebouças, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Professor orientador - Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Territorialidades da Universidade Federal do Espírito Santo (Póscom/UFES).

Referências

BRITTOS, Valério. Prefácio. In: Mercado brasileiro de televisão. São Paulo/Aracaju: Educ/Editora UFS, 2004.

CARVALHO, Mariana M. “As relações entre Estado, democracia e comunicação pública: o desmonte da Empresa Brasil de Comunicação”. In: Congresso da Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política – Compolítica, 2019, Brasília. Anais. Disponível em: http://compolitica.org/novo/artigo/as-relacoes-entre-estado-democracia-ecomunicacao-publica-o-desmonte-da-empresa-brasil-de-comunicacao/ . Acesso em 30 jul.2020.

DUARTE, Jorge. Sobre a emergência do(s) conceito(s) de comunicação pública. In: KUNSCH, Margarida M. Krohling (Org.). Comunicação pública, sociedade e cidadania. São Caetano do Sul (SP): Difusão, 2011.

MARQUES DE MELO, JOSÉ. “Economia Política da Comunicação no Brasil de 1923-2008 - Precursres, pioneiros, baluartes e vanguardistas”. In: Intercom - Revista Brasileira de Ciências da Comunicação São Paulo. Jan/Junho 2009.

MATOS, Heloiza. Capital social e comunicação: interfaces e articulações. São Paulo: Summus, 2009.

MATOS, Heloiza (org.) “Comunicação pública: interlocuções, interlocutores e perspectivas”. São Paulo : ECA/USP, 2012.

MONTEIRO, Graça França. A singularidade da comunicação pública. In: DUARTE, Jorge (Org.). Comunicação pública: estado, mercado, sociedade e interesse público. São Paulo: Atlas, 2009.

OLIVEIRA, Maria José da Costa. Comunicação pública. Campinas (SP): Alínea, 2004.

REBOUÇAS, Edgard. “Os estudos e práticas da economia (e da) política de comunicações na América Latina”. In: Comunicação, Economia e Poder - Helena Sousa (Organizadora).Porto Editora. Portugal. 2006.

SOUSA, Helena. “Comunicação, economia e poder: uma visão integrada”. In:Comunicação, Economia e Poder - Helena Sousa (Organizadora). Porto Editora. Portugal.2006.

WEBER, Maria Helena; COELHO, Marja Pfeifer e LOCATELLI, Carlos (Organização).“Comunicação pública e política – pesquisa e práticas”. Florianópolis: Insular, 2017.

WEBER, Maria Helena. Sobre a produção de comunicação pública do Estado e a disputa de opinião e visibilidade política. Encontro Anual da Anpocs, 34, Caxambu (MG), 2010. Caxambu (MG): Anpocs, 2010.

IMPRENSA OFICIAL DO ESPÍRITO SANTO. História. Disponível em <http://dio.es.gov.br/quem-somos>. Acesso em: 23 jul. 2020.

RÁDIO E TELEVISÃO ESPÍRITO SANTO. Institucional. Disponível em < http://rtv.es.gov.br>.Acesso em: 23 jul. 2020.

Downloads

Publicado

2020-09-28