O RISO SOB A MÁSCARA DO MEDO: UMA LEITURA DE DUAS CRÔNICAS DE LUIS FERNANDO VERISSIMO

Autores

  • Carlos Alexandre da Silva Rocha Ufes

Resumo

Resumo: Luis Fernando Verissimo escreve sobre a cidade abordando situações cotidianas com humor. Partindo deste pressuposto, este trabalho analisa as crônicas “Segurança” e “Você vai ver”, de Luis Fernando Verissimo, no que concerne à caricatura dos comportamentos humanos, como o enclausuramento e o medo na cidade presentes nas duas narrativas. Para tanto utilizaremos os conceitos de Teresa Pires do Rio Caldeira (2000) e Zygmunt Bauman (2009), no que diz respeito à estética urbana e à segregação; e de Vladímir Propp (1992), sobre o exagero (caricatura). Pretendemos verificar como o desenvolvimento dessas narrativas no espaço urbano se relaciona com a segregação dos personagens e como se reflete nas suas relações com o meio urbano.

Palavras-chave: Crônica brasileira (Luis Fernando Verissimo). Cidade. Caricatura (Luis Fernando Verissimo).

Abstract: Luis Fernando Verissimo writes about the city covering everyday situations with humor. This paper analyzes the chronicles “Segurança” and “Você vai ver”, of Luis Fernando Verissimo, regarding the caricature of human behavior, such as entrapment and fear in the city presented by the two narratives. For this we use the concepts of Teresa Pires do Rio Caldeira (2000) and Zygmunt Bauman (2009), with regard to the urban aesthetic and segregation, and Vladimir Propp (1992), about the exaggeration (caricature). We intend to see how the development of these narratives in the urban space is related to the segregation of characters and how this is reflected in its relations with the urban environment.

Keywords: Brazilian Chronicle (Luis Fernando Verissimo). City. Caricature (Luis Fernando Verissimo).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-02-01