Sobre os segredos das mulheres: a representação do corpo feminino na medicina ocidental do século XIII

Autores

  • Laila Lua Pissinati UFES

Resumo

No período medieval, as discussões em torno do corpo feminino e de sua sexualidade misturavam-se aos textos religiosos. A medicina medieval, pouco precisa, era permeada por mitos e concepções tendenciosas. Tal medicina carregava em si os traços das visões sobre o corpo feminino presente na
tradição clássica antiga e na tradição médica árabe. Trazia ainda os temores da Igreja e as superstições do imaginário medieval. A tônica deste artigo diz respeito as representações médicas do século XIII sobre os mistérios que acreditam envolver o corpo feminino e a reprodução, principal função delegada
à mulher. Para tanto, aqui será analisado as representações do corpo feminino na obra médica intitulada De secretis mulierum (sobre os segredos das mulheres), compilada por volta do século XIII, cuja autoria foi atribuída a Albertus Magnus. Partiremos da perspectiva de identidade (homem) e alteridade (mulher), fazendo uso de forma matizada de conceitos oriundos dos estudos de gênero.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-08-08

Edição

Seção

Anais da Semana de História